IZMIR, Turquia--(BUSINESS WIRE)--fev 22, 2021--

A Akdeniz Chemson, líder mundial de mercado na área de estabilizantes de PVC, pertencente ao grupo OYAK, iniciou a primeira fase da sua unidade de produção de Borato de Zinco em Izmir, na Turquia com capacidade de 3 mil toneladas por ano. Com o início dos seus novos negócios, a Akdeniz Chemson se posicionará entre os maiores produtores mundiais de produtos químicos para retardantes de chama.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20210222005114/pt/

(Photo: Akdeniz Chemson)

Grupo de P&D próprio para a produção de especialidades químicas

Alinhados com a visão de se tornar uma empresa global no portfólio de produtos químicos, a Akdeniz Chemson, que possui seu próprio grupo de pesquisa, desenvolvimento e engenharia para a produção de produtos químicos de alto valor agregado, iniciou a primeira fabricação de borato de zinco ainda em 2018 com a Akdeniz Kimya.

Após a fusão dos grupos em outubro de 2020, a Akdeniz Chemson continua expandindo seus investimentos e vai produzir anualmente 6 mil toneladas de borato de zinco além de sua capacidade atual de produção quando a segunda fase do investimento for concluída. Paralelamente, a empresa também completará ainda este mês o aumento de capacidade produtiva do composto óxido de zinco, uma das principais matérias-primas para a produção desse produto.

Soluçao contra altas temperaturas

O borato de zinco, que possui características retardantes de chamas e supressor de fumaça, é usado especialmente na produção de produtos inflamáveis, a fim de trazer característica de resistência ao fogo. Encontrado em polímeros e revestimentos, e principalmente em PVC, nylon e poliéster halogenado. O borato de zinco é utilizado em plásticos resistentes a altas temperaturas, cabos e tecidos resistentes ao fogo, peças eletrônicas, tintas, peças internas de aeronaves e automóveis, e em indústria têxtil e do papel.

Um excelente micronutrientre

No mercardo de Fertilizantes tanto o Zinco como o Boro atuam nas plantas como micronutrientes. O diferencial deste produto no mercado em relação aos outros sais de Boro, é a característica do material ser insolúvel em água, o que contribui para não lixiviação dos micronutrientes no solo.

Histórico Akdeniz Chemson:

A Akdeniz Kimya, uma das empresas do grupo OYAK, adquirida em 2013, fundiu-se com o grupo Chemson com matriz na Áustria em outubro de 2020. Após essa fusão, a Akdeniz Chemson se tornou a maior empresa de Estabilizantes Térmicos de PVC do mundo. Tendo atingido a capacidade de produção anual de 250 mil toneladas. A Akdeniz Chemson aumentou o seu amplo portfólio de produtos para os setores que atende na industria química e se tornou um único ponto de venda em soluções de PVC. (Conceito ONE STOP SHOP). Com ampla atuação mundial, a Akdeniz Chemson atua em mais de 110 países, nos quais se destacamEuropa, Rússia, Turquia, África do Norte, Oriente Médio, EUA, China, Brasil e Austrália.

Ver a versão original em businesswire.com:https://www.businesswire.com/news/home/20210222005114/pt/

CONTACT: Para mais informações:

Gönül BedirIİz İletişim Igonul.bedir@iziletisim.comI0532 468 33 79

Işılay ÇakırIİz İletişim Iisilay.cakir@iziletisim.comI0555 524 00 30

KEYWORD: CHINA TURKEY GERMANY ASIA PACIFIC EUROPE PORTUGAL IRELAND UNITED KINGDOM

INDUSTRY KEYWORD: MANUFACTURING OTHER MANUFACTURING OTHER TECHNOLOGY TECHNOLOGY CHEMICALS/PLASTICS

SOURCE: Akdeniz Chemson

Copyright Business Wire 2021.

PUB: 02/22/2021 03:00 AM/DISC: 02/22/2021 03:01 AM

http://www.businesswire.com/news/home/20210222005114/pt

Copyright Business Wire 2021.

(0) comments

Welcome to the discussion.

Keep it Clean. Please avoid obscene, vulgar, lewd, racist or sexually-oriented language.
PLEASE TURN OFF YOUR CAPS LOCK.
Don't Threaten. Threats of harming another person will not be tolerated.
Be Truthful. Don't knowingly lie about anyone or anything.
Be Nice. No racism, sexism or any sort of -ism that is degrading to another person.
Be Proactive. Use the 'Report' link on each comment to let us know of abusive posts.
Share with Us. We'd love to hear eyewitness accounts, the history behind an article.